Cinco (veg) anos

Em agosto,agora 2019,completo 5 anos de vegano. Uma meia década sem laticínios e carnes de qualquer tipo.


Na época, poucas pessoas sabiam o que fazer dessa prática.Suicídio social, diziam. Os olhares que atravessavam salas na pizzaria quando eu pedia uma marguerita sem queijo ou um café com leite de côco/soja corroboravam para, no mínimo, mais perguntas do tipo: ''Mais peixe você come, né?''.Com um sorriso afetivo e respeitoso,eu ria.Internamente,gargalhava.


Bom, vamos adiantar a fita cinco anos.


É dia 06 de agosto de 2019, 11:00 da manhã e escuto Bob Dylan: The time they're changin'.


Você pode não acreditar, mas nunca tive problemas com idas ao supermercado ou a lojas nestes 5 anos. Posso dizer que o meu carrinho de supermercado antigamente era mais tristinho por conta de uma certa monotonia.No entanto, o que antes era, entrar no mercado, ir para o setor de legumes e sair, hoje tem um semblante diferente :).


Fico nostálgico pensando na quantidade de vezes que lavei trigo para fazer Seitan, rs.


Agradeço profundamente o gênio que inventou a lista de compras.Confesso, me perco em grandes lojas. Pela quantidade de coisas que tem, pela quantidade de estímulos, rótulos, mini-letrinhas, pesquisas de o quê é polidextrose ou de onde vem goma guar: me perco.


Mas, no final das contas, the times they're changin' e o fato de eu, enquanto vegano, poder ter a possibilidade de me perder no mercado, significa que existem opções. Sim! Opções. E essas opções que começam a diminuir a força do argumento de que ''É tão difícil ser vegano! Não tem facilidade de comprar nada''. Querido..alto lá. Entra no mercado e vislumbra,não tem essa.



Eu, particularmente, continuo entrando no mercado (claro, com lista!) e indo pros legumes, papum, saída.Nos fins de semana enrolo mais, mas a ida é na feira com sacolão. E bom,tem algumas coisas que a despensa não dispensa e são,lá em casa, obrigatórios. Todo bom cozinheiro tem um segredo ou outro :). Mas isso fica para o próximo post!


Ah, e pra deixar claro:volta e meia dou uma escapulida para um chocolate amargo. Isso quando não tenho cookies em casa...Não é de hoje: todo mundo tem seus pontos fracos e é bom reconhecer! Quem sabe algum leitor voraz não pega a indireta e envia uns chocolatinhos, hehe.


Bom, lá se vão cinco anos, os primeiros cinco anos do resto de uma vida, quem sabe.Mais opções vão surgindo e um mercado enorme se estabelecendo nesse nicho global.


Em que tipo de mudanças você aposta? O que você acha que vai mais mudar daqui pra frente? Vou adorar escutar e ler! É só deixar um comentário :).



Até a próxima!


2 visualizações
Rua São Valentim, 32, Praça da Bandeira -- 20260-110,  Rio de Janeiro, RJ, Brasil
© Verdelícia 2020